Home / Atracções / Praça Wenceslas

Praça Wenceslas

Praça WenceslasO extremo sul de Na příkopě alcança a Praça Wenceslas (Václvské náměstí) – a grande avenida de 750 metros de comprimento e 60 metros de largura. Foi inicialmente concebida há mais de 600 anos, no período de Carlos IV, quando era usada como mercado de cavalos. Desde então, a praça tem sido frequentemente atravessada por paradas por todo o tipo de pessoa, organização ou partido político conhecido na República Checa. A estrada pode, e já tem, no passado, contido confortavelmente 400,000 pessoas. Na parte superior da avenida, pode ser vista a estátua de S. Wenceslas no seu cavalo. A alguns metros da estátua, encontra-se uma placa em memória daqueles que foram mortos durante o período comunista, incluindo Jan Palach, um estudante de 20 anos, que se auto-imolou em Janeiro de 1969, como protesto contra a invasão soviética, quatro meses antes. Jan Palach morreu três dias depois com 85% do corpo queimado. 800,000 pessoas acompanharam o funeral. Após o colapso do regime comunista em Dezembro de 1989, Václav Havel e Alexander Dubcek apareceram na varanda do nº 36 para cumprimentarem os seus apoiantes extasiados. Palach e outras vítimas do regime são homenageadas num  pequeno santuário diante da estátua equestre de S. Wenceslas da autoria de Josef Myslbek.

Praça Venceslau

Hoje, a Praça Wenceslas é um ponto de comércio muito agitado. A praça realmente ganha vida após o anoitecer, quando os seus restaurantes, cinemas e clubes nocturnos atraem multidões de turistas. Os maiores pontos históricos estão todos a uma pequena distância a pé da estrada e vale a pena percorrê-los passo a passo. No extremo norte da praça, você pode encontrar o Museu Nacional da Neo-Renascença. Outro edifício relevante é o Palácio Koruna – uma galeria comercial coberta com uma belíssima cúpula de vidro datada de 1911.

 

Melhores Pontos Turísticos na Praça Venceslau

Estátua de São Venceslau

O ponto principal na Praça Venceslau é a estátua equestre de São Venceslau, que se encontra no extremo sul. O escultor Josef Myslbek delimitou o “Bom Rei Venceslau” e o Duque Boémio do século X com quatro santos padroeiros boémios adicionais – Adalberto (Adalbert), Prokop, Ludmila e Inês (Agnes).

Hotel Evropa e Café

Hoje em dia este elegante café e hotel de arte nova é um paraíso para turistas. No entanto, através do pavimento, deve despender de algum tempo para admirar a sua grandeza desvanecida. O café é um exemplo encantador das atrações de arte nova de Praga e da grandeza do passado da Praça Venceslau. Não se esqueça de apreciar a arquitetura colorida que borda a estrutura; poderá perder a oportunidade de observá-la se não olhar para cima.

Museu Nacional

Vale a pena ser visitada para somente ver a escadaria de mármore do museu, assim como o panteão de figuras da cultura checa. O museu exibe coleções científicas e históricas naturais.

O Memorial de Jan Palach

No mês de agosto de 1968 a Rússia invadiu a Checoslováquia para contrariar a legislação liberal do partido em poder de Alexander Dubcek (este período foi chamado de “Primavera de Praga”). Em 1969, no dia 16 de janeiro, o estudante universitário Jan Palach optou por sacrificar a sua vida para protestar contra a invasão russa. Ele incendiou o seu próprio corpo e, três dias depois, as suas queimaduras mataram-no. A localização exata em que o protestante caiu está marcada com uma cruz de madeira no pavimento. Esta localização parece ter sofrido um pequeno terramoto. Todos os anos, no dia 16 de janeiro, os checos comemoram o seu perecimento.

Igreja de Nossa Senhora das Neves

Fundada por Carlos IV após a sua coroação em 1347, esta linda igreja nunca foi concluída. Embora esteja incompleta, a igreja tem a maior abóbada (trinta e quatro metros) de todas as igrejas de Praga. Ao lado da igreja está a Capela da Virgem Pasov, um espaço para exposições temporárias de arte. A igreja pode ser acedida através de um arco no Instituto Cultural Austríaco, na Praça Jungmannovo, ou pode ter um vislumbre do exterior através do vizinho Jardim Franciscano.

Palácio Lucerna

O avô do antigo presidente checo Václav Havel concebeu e construiu este imenso edifício em 1921. Este agora é o lar de uma galeria de arte, cinema, cafés, bares, lojas e um salão de festas. Este foi o local de muitos eventos importantes na história do país e é considerado como o centro cultural privado mais importante na cidade.

Palácio Koruna

Construído com estilo modernista / arte nova em 1912, o palácio tornou-se no lar dos banhos turcos. Este agora é o lar do Centro Comercial Palácio Koruna, que contém muitas lojas e restaurantes de luxo.

Jardins Franciscanos

A uma curta caminhada da agitação da Praça Venceslau estão os bem escondidos jardins do antigo mosteiro, que oferecem a paz necessária para relaxar.

 

Melhor conselho

– Na base da praça, durante festivais e feriados, poderá ver inúmeras barracas. As barracas que oferecem comidas e bebidas são boas para provar as especialidades locais, tais como salsichas grelhadas e vinhos condimentados;

– Esteja muito atento à sua carteira/bolsa, pois a Praça Venceslau é frequentada por alguns carteiristas;

– Muitos dos clubes e restaurantes da praça são excessivamente caros. Opções mais acessíveis são oferecidas nas ruas próximas;

– À noite a praça fica mais decadente. Tente evitar grupos de despedida de solteiro e promotores agressivos de clubes de sexo.

 

Check Also

Ponte Carlos

A Ponte Carlos do século XIII (Karlův most) – alinhada com quinhentos metros de estátuas …