Home / EXCURSÕES

EXCURSÕES

Existem excelentes oportunidades para fazer excursões em Praga. Kutna Hora, um Património Mundial da UNESCO, com o Ossuário quase inteiramente decorado com ossos humanos, vale a sua visita. A seguir, Karlovy Vary, famosa pelas suas nascentes de água mineral quente. Plzen e Ceske Budejovice são ambos centros da indústria de cerveja, e as vinícolas de Melnik datam do reinado de Carlos IV. O Castelo Medieval de Karstejn e a área circundante são deslumbrantes no verão, pois estão cercados por trilhas bem marcadas para fazer caminhadas. O Castelo de Krivokat, situado na arrebatadora zona rural, foi utilizado como pavilhão de caça e para inúmeras exposições culturais. Terezin, uma prisão onde os judeus foram detidos durante a ocupação nazista, também é um local perfeito para ser visitado num dia de viagem devido à sua proximidade. A cidade medieval de Cesky Krumlov é um dos mais populares destinos de excursões na República Checa, o qual não deve ser desperdiçado.

 

A Região das Estâncias Termais da Boémia Ocidental

Karlovy VaryDepois de Praga, a área mais frequentada do país é a região de estâncias termais. Cidades tais como Marienbad (Marianske Lazne) e Karlsbad (Karlovy Vary) proporcionam águas curativas, agradáveis caminhadas em parques e arquitetura pitoresca das estâncias termais. Muita gente visita esta área pela atmosfera (com fontes e bandas), para experimentar a água rica em minerais, visitar as estâncias termais ativas, utilizar as piscinas para aliviar os seus males ou somente para descontrair. A mais antiga é Karlovy Vary, proporcionando passeios elegantes e arquitetura “bolo de noiva”, mas Marianske Lazne é, sem dúvida, mais atraente, pois é mais silenciosa e verde. Perto de Karlovy Vary, numa vila chamada “Loket”, está um magnífico castelo situado no cimo duma colina.

A maior cidade da região, Plzen, oferece passeios, mas, além da visita da cervejaria de Urquell, não há muito mais que seja de interesse.

Passeios a partir de Praga. Descubra a República Checa com as nossas melhores excursões e visitas em Praga.

 

Sul da Boémia

Esta é uma mina de ouro descoberta na Boémia, com castelos mágicos e pequenas cidades espalhadas entre o interior, próxima das densas florestas das montanhas Sumava, situadas ao longo da fronteira com a Áustria. A pequena cidade de Tabor é bonita e foi outrora habitada pelos Taborites no século XV. Os seus passeios entrelaçados e sua rede de túneis subterrâneos são interessantes para visitar. Pisek é também uma cidade agradável e possui uma ponte para pedestres dos tempos medievais que, de facto, é mais antiga que a Ponte de Carlos, em Praga. No sul, a área Trebonsko é a casa de pântano de diversos lagos de carpas baseados em torno da cidade compacta de Trebon, que também remonta aos tempos medievais. Perto desta, a cidade maior, Jindrichuv Hradec, tem um portefólio de arquiteturas interessantes e um castelo fantástico do período renascentista.

Ceske BudejoviceA maior cidade da área é Ceske Budejovice. Tal como a cervejaria de Budejovicky Budvar, esta tem uma grande praça e uma grande torre de onde se pode examinar as vistas com qualidade. Uma pequena viagem ao sul levá-lo-á até à cidade encantada de Cesky Krumlov, onde as ruelas da época medieval atravessam uma curva no rio Vltava, a qual tem uma forma de S. Tudo isto é contemplado por um castelo maravilhoso. Devido à sua posição perto da fronteira com a Áustria, este cresceu para ser um local popular para atravessar a fronteira (bem como um ponto de encontro para mochileiros), mas nada diminui a sua tranquilidade, especialmente à noite, quando as multidões desaparecem.

Cesky Krumlov

 No sul de Cesky Krumlov, além da encantadora cidade de Rozmberk nad Vltavou, estão situadas as montanhas baixas Sumava. Para além de desaparecerem nas densas florestas de pinheiros, é possível passear de bicicleta, canoa (ambas as opções disponíveis para alugar) ou a pé, pois as montanhas baixas Sumava contêm diversas cidades atraentes de pequena dimensão, tais como: Kasperske Hory, Klatovy e Prachatice.

 

Norte da Boémia

MelnikNão são muitas, mas as atrações que existem aqui são imperdíveis. A menos de uma hora de Praga, Melnik é uma cidade com um grande castelo situado acima dos rios Labe e Vltava. Mais ao norte, Litomerice é uma cidade que se orgulha da sua arquitetura renascentista. A alguns quilómetros de distância está o antigo campo de concentração de Theresienstadt (Terezin).

Ao longo das esplêndidas colinas de Ceske stredohori, o rio Labe flui através duma série de áreas industriais (tais como Usti nad Labem), antes de passar a pitoresca zona da mata de arenito Hrensko, ideal para caminhadas.

 

Boémia Oriental

Ossuary - Kutna HoraA forma da Boémia Oriental passa de completamente plana no leste de Praga, para a bastante acidentada em Cesky raj, inclusive para extremamente montanhosa no interior do país, Krkonose. Kutna Hora é uma pitoresca cidade mineira medieval nesta área, com uma catedral maravilhosa e um mórbido ossuário – uma igreja decorada com milhares de esqueletos humanos, próximo de Sedlec. Hradec Kralove é uma cidade com uma praça agradável e um excelente museu de arte moderna. Litomysl é também uma cidade com uma bela praça (que está arcada) e um castelo deveras enorme.

O interior é a principal atração, no entanto, Cesky raj tem cenários luxuosos de “cidades” de madeira e areia de pedra – estranhas estruturas de pedra que são engraçadas de se visitar; Adrspach, em direção ao leste, contém muito mais do mesmo. As montanhas de Krkonose têm a melhor zona de esqui do país durante os meses de inverno (especialmente em Pec pod Snezkou e Mlyn Spindleruv) e excelentes zonas para fazer caminhadas durante o verão.

 

Norte da Morávia

OlomoucO norte da Morávia tem uma reputação tão má com a do norte da Boémia, novamente, por causa das suas substanciais áreas industriais. No entanto, Olomouc é uma cidade fantástica com uma praça e uma catedral gótica sedutora. O norte da Morávia possui um cenário encantador e centros populares distintos; as montanhas de Jeseníky, próximas da fronteira com a Polónia, são bastante remotas e profundas, enquanto a área Beskydy, perto da fronteira com a Eslováquia, tem um diversificado património tradicional popular. O grande Skanzen (museu de folclore), em Roznov pod Radhostem, explora a intrigante história da vida da aldeia, na Morávia; a cidade perto da encosta da cidade de Stramberk tem as suas casas de madeira originais; e Hukvaldy é uma aldeia que tem um museu na antiga casa do compositor Leos Janacek. Grandes percursos pedestres também são oferecidos pelas montanhas de Beskydy.

 

Sul da Morávia

Situada em torno da segunda maior cidade do país, Brno, esta área inclui uma variedade de recursos, das Terras Altas da Morávia situadas a oeste (Ceskomorayska vrchovina), às grandes vinhas e palácio localizados a sul, bem como aos locais religiosos de importância a leste.

Brno

Apesar de Brno não chegar aos calcanhares de Praga no que diz respeito a atrações históricas, vale a pena visitar, pois tem uma combinação de praças bem cuidadas, a esplêndida catedral de São Pedro e São Paulo, o formidável forte Spilberk que viu ação durante as invasões pela Suécia, em 1600, bem como durante a ocupação nazista, inclusive uma coleção intrigante dos restos mortais de cidadãos importantes na igreja dos Capuchinhos, os quais foram mumificados. Na parte exterior de Brno está a área do famoso campo de batalha de Austerlitz (Slavkov para os Checos), onde Napoleão conquistou as tropas russas e austríacas.

TelcTelc tem uma praça bonita e diversos edifícios barrocos e renascentistas. Está situada na área das terras altas, as quais vagamente compõem a fronteira com a Boémia. No sul, está o centro de vinificação da República Checa, localizado junto à fronteira com a Áustria, com festivais de outono e verão que aparecem em cidades distintas tais como Mikulov e Znojmo, inclusive palácios encantados, nomeadamente Valtice e Lednice. Rumo ao leste, a cultura e a paisagem prolongam-se até à Eslováquia. Notáveis áreas eclesiásticas, tais como Velehrad, são palco de peregrinações significativas, enquanto Kromeriz é a cidade natal dos jardins e do palácio dum respeitado arcebispo.