Kutná Hora

Kutná HoraGraças às suas minas de prata, que estiveram abertas por 250 anos, Kutná Hora era a segunda cidade mais importante no reino boémio, depois de Praga. Durante o século XIV, a sua população era equivalente à de Londres. Hoje em dia, é apenas uma pequena cidade provinciana com pouco mais de 20 000 pessoas. Há várias igrejas góticas bonitas para visitar, como a Catedral de Sta. Bárbara (1388 a 1565), um dos edifícios góticos mais bonitos da República Checa, o Tribunal Italiano (Vlašský dvůr) com a sua Casa da Moeda Real, onde as famosas groschen (moedas) de Praga eram fabricadas (que, naquele tempo, era a moeda principal da Europa Central), a Casa de Pedra, a Igreja de S. James, etc. No ano de 1995, Kutná Hora foi declarada parte do património mundial e desde então tem sido protegida pela UNESCO. Hoje em dia, a cidade é beneficiada pelos turistas e pela fábrica de tabaco Philip Morris. A norte de Kutná Hora está Sedleč, onde, no século XIX, o ossuário cisterciense foi tornado numa obra de arte macabra da autoria de František Rint. Há ostensórios em osso, candeeiros e mesmo um brasão de armas Schwarzenberg.

Kutná Hora

Transporte Praga-Kutná Hora. Alternativa para comboios ou autocarros. Reserve um miniautocarro privado barato de porta em porta.

Se quiser explorar Kutna Hora, recomendamos que o faça por meio de qualquer excursão privada ou compartilhada, tal como um dia de viagem com partida em Praga. A excursão privada dar-lhe-á total flexibilidade; poderá escolher a hora de partida, a duração da sua estadia no seu destino, a possibilidade de fazer alterações (se decidir ficar mais ou menos tempo), e escolher entre um guia experiente na sua língua nativa ou um chofer para lhe fornecer apenas conhecimentos básicos e recomendações sobre o lugar. Embora as excursões compartilhadas ofereçam menos flexibilidade, elas partem em horários / dias programados com um programa fixo, e o preço é favorável e inclui todas as taxas. Obtenha mais informações no nosso site.

 

O que ver

OssuárioOssuário – Capela de cemitério do fim do século XIV, reconstruído no estilo barroco por J.B. Santini. Os ossos, que têm decorado o interior da capela desde o século XVI, eram do cemitério adjacente.

A ‘Igreja dos Ossos’ do Ossuário de Sedleč situa-se fora do centro da cidade de Kutná Hora; se você chegar de comboio, é uma caminhada de 800m para sul desde a estação ferroviária principal de Kutná Hora (adulto/desconto 50/30 CZK; Aberto 8h-18h Abr-Set, 9h-12h & 13-17h Mar & Oct, 9h-12h & 13h-16h Nov-Feb). Quando a família Schwarzenberg comprou o mosteiro de Sedleč em 1870, eles permitiram que um entalhador local trabalhasse de modo criativo com os ossos que tinham sido acumulados na cripta durante séculos. Mas este não era um insignificante montezinho de ossos: eram os ossos de não menos de 40 000 pessoas. O resultado foi espectacular – grinaldas de caveiras e fémures estão penduradas desde o tecto abobadado para as decorações de Natal da Família Addams, enquanto no centro está suspenso um grande lustre que contém pelo menos um exemplar de cada osso do corpo humano. Quatro gigantes pirâmides de ossos empilhados ocupam cada canto da capela, e cruzes, cálices e ostensórios de osso embelezam o altar. Há mesmo um brasão de armas Schwarzenberg feito de ossos – repare no corvo a atacar os olhos da cabeça do Turco, um símbolo macabro da família Schwarzenberg.

Catedral de Sta. BárbaraCatedral de Sta. Bárbara – um exemplo único de arquitectura do alto gótico e do gótico tardio. A construção começou no fim do século XIV. A catedral alberga uma galeria de pinturas do estilo gótico tardio e do estilo renascentista.

Tribunal Italiano – Originalmente, a casa da moeda central, onde os groschen de Praga eram produzidos. Tornou-se um assento temporário para o rei, após reconstrução no fim do século XIV.

Igreja de S. João de Nepomuk – Edifício do estilo gótico tardio desenhado por František Maxmilián Kaňka e construído em 1734 – 1754. As notáveis pinturas no tecto ilustram a lenda de S. João de Nepomuk. Uma série de estátuas chamada de “Paraíso Checo” homenageia os santos padroeiros checos.

Capela Christi – um edifício gótico inacabado do virar do século XV, projectado para ser um ossuário. É um dos poucos exemplos completamente preservados do alto gótico. O terraço possui uma vista impressionante sobre a cidade.

Catedral da Assunção – costumava pertencer aos cistercienses. É uma das obras mais significativas da arquitectura gótica checa do século XIV. Foi a primeira catedral construída em Boémia. Santini deu-lhe o seu aspecto final no estilo barroco-gótico no início do século XVIII.

Casa Sankturinovský – originalmente, um edifício gótico que remonta ao século XIII com uma capela ricamente decorada. Hoje, contém o Centro de Informação, a Galeria Felix Jenewein e o Museu de Alquimia.

 

Hrádek / Minas de Prata

Originalmente um palácio gótico com um pátio e uma torre construídos antes de 1420. Hoje em dia sedia a exposição do Museu Checo de Prata.

Embora as minas de prata em Kutná Hora remontem à era medieval, ficaram parados por séculos até que uma equipa de geohidrólogos as encontrou acidentalmente em 1967. Arqueólogos descobriram que as minas de prata remontam à época da mineração à mão, na qual um cinzel e martelo eram os meios utilizados, tal como comprovado pelas marcas nas paredes estreitas.
O veio de prata de Kutná Hora assegurou o enriquecimento da realeza de Praga. Certamente, em todo o governo de Carlos o Quarto, o império (e a sua influência) foi ampliado em função do trabalho de centenas que trabalharam nas passagens subterrâneas obscuras. Se fizer uma visita nos dias de hoje, sentirá a sensação claustrofóbica do que atualmente é designado de “galeria”. Este é um segmento de duzentos e cinquenta metros das minas que foram abertas aos turistas. Os seus tetos e paredes ainda detêm quartzo e pepitas de gnaisse (rocha metamórfica laminada), que foram incluídos nos ricos conglomerados trabalhados pelos cavalos e homens que puxavam os motores de mineração na época medieval. Minúsculas estalactites (sedimentos com calcita) estão penduradas no teto em determinadas zonas. Isso deve-se à extração gradual dos minerais. No entanto, esse processo é muito mais percetível nas cavernas do sistema cársico Morávio, na província oriental da República Checa. Entrada: 110 CZK; Abertura: 10h00-18h00, terça-domingo, abril-outubro; Fecho: Segunda-feira, novembro-março; Visitas: Geralmente em intervalos de trinta minutos; Website: www.cms-kh.cz.

 

Galeria de Arte da Região Central da Boémia

Esta é uma adição recente à cidade e encontra-se à esquerda ao sair da catedral. Costumava ser uma colagem barroca jesuíta, mas atualmente abriga o segundo maior espaço para exposições em todo o território da República Checa, sendo a Galeria Nacional de Praga o maior. As exposições neste espaço estão sempre a sofrer alterações, mas estão sempre repletas de importantes obras de arte dos séculos XX e XXI.

Um dos principais pontos de discussão deste edifício são as estátuas situadas no exterior, que são todos santos e estão obviamente ligados ao facto de este edifício ter sido anteriormente habitado por jesuítas. Na verdade, eles foram os ocupantes deste edifício desde o ano de 1626, quando mais uma vez tentaram converter os cidadãos para a religião católica. As estátuas têm uma notável semelhança com os da Ponte Carlos, em Praga, e isso deve-se ao facto de os dois conjuntos de estátuas terem sido concebidos como propaganda para o movimento da Contrarreforma. Se quiser fazer uma visitar, poderá comprar um bilhete combinado por 120 CZK, o qual concederá acesso a todas as exposições neste espaço.

Endereço: Barborská 53; Abertura: 10h00-18h00, terça-sexta; Website: www.gask.cz

 

Fonte de Pedra (Kamenna Kasna)

Kutná Hora foi, por muito tempo, o lar de grande parte da mineração do país e, como tal, a obtenção de água potável era uma verdadeira luta para a população. Para resolver esse problema, um sistema complexo de tubos foi criado para levar água para a cidade, que era transportada em grandes tanques de armazenamento, para garantir a disponibilidade contínua de água. No século XV, a Fonte de Pedra foi construída sobre um desses tanques pelo arquiteto Rejsek, e o seu estilo gótico passou a ser uma das obras centrais da cidade. Encontra-se agora em Rejskovo Namesti (embora já não funcione), mas ainda pode ser observada na forma original.

 

Casa de Pedra (Kamenný Dům)

Este edifício foi construído por artesãos polacos e, no momento da construção, foi considerado como uma verdadeira maravilha do seu ofício. A maçonaria elaborada das folhas de uva que envolvem o edifício e os animais espalhados pela alçada são uma maravilha absoluta de se observar e é algo que todos os fãs de arquitetura e arte devem testemunhar. A outra oferta nesta casa – o museu de artes e ofícios locais – é um pouco aborrecida, portanto pode ser ignorada para economizar dinheiro. Está aberta todos os dias das 10h00 às 17h00. Pode obter mais informações em www.cms-kh.cz.

 

Museu de Alquimia (Muzeum Alchymie)

Este é o único museu em toda a República Checa que se dedica à antiga arte de alquimia e está localizado nos porões de uma casa na Praça Principal. Como seria de esperar, tudo aqui é dedicado à alquimia e, para os nativos de Inglês, há muitas descrições escritas nessa língua, as quais explicam as diferentes facetas desta prática. Há também uma impressionante torre gótica próxima desta casa e, no seu interior, encontrará o estúdio de um alquimista, que se encontra na forma original.

O Museu de Alquimia está aberto das 09h00 às 18h00 entre abril e setembro, e das 09h00 às 17h00 entre outubro e março. A entrada é de 60 CZK.

 

Onde comer

Pivnice Dačický (Endereço: Rakova 8; pratos principais  110-250CZK; Aberto11h-23h) Fique com alguma espuma no seu bigode nesta cervejaria à moda antiga e com revestimento de madeira, onde você pode comer tortas e escolher dentre cinco imperiais diferentes, incluindo Pilsner Urquell, Budvar e a cerveja fermentada Primátor.

Dobrá Cajovna. Esta é uma pequena casa de chá com uma diferença, ou seja, não está em sintonia com a atmosfera medieval desta cidade. Em vez disso, tem uma atmosfera tailandesa, com personalidade e decorações típicas tailandesas que adornam as suas paredes. Este é um lugar fantástico para visitar, se quiser passar o dia num local confortável, observando os habitantes locais prosseguindo com a sua vida quotidiana. Este estabelecimento está aberto todos os dias entre as 14h00 e as 22h00, e está localizado em Jungmannovo Námestí 16.

U Zlutého Kola (Donna). Este é o melhor lugar na cidade para encontrar pratos tradicionais checos, embora isso signifique que geralmente esteja bastante movimentado. Para os turistas, há um cardápio em Inglês; no entanto, os almoços especiais só são apresentados em Checo, mas um dos empregados de mesa explicá-los-á com todo o prazer. Tem também um lindo pequeno pátio para relaxar quando o sol está a brilhar. Está aberto todos os dias e os almoços especiais são servidos até as 15h00. Está localizado por cima do Hotel Garni em Havlíckovo Námestí 16.

Piazza Navona. Este restaurante italiano pode irritar algumas pessoas com a sua publicidade em Inglês, mas está localizado na Praça Principal da cidade e, portanto, atrai uma grande multidão. A comida deste estabelecimento é boa e os clientes são fieis. Está aberto todos os dias e, como já foi dito, encontra-se em Palackého námestí 90. website

U Sneka Pohodáre. O melhor restaurante italiano de Kutná Hora. Pratos principais: 100 a 240 CZK. Endereço: Vladislavova 11.

 

Chegar ao local

Kutná Hora situa-se a 65 km a este de Praga. De autocarro, são 70 minutos partindo da estação de Florenc; de comboio, são 55 minutos partindo da estação principal. Os bilhetes de comboio ou autocarro custam cerca de 70 CZK. Se você não quer gastar dinheiro em transportes públicos, opte por marcar reserva numa excursão.

 

[mappress mapid=”84″]
PAT

Check Also

Castelo Křivoklát

Registos que fazem menção do castelo real Krivoklat foram primeiro criados por volta de 1100 A.D., embora o edifício actual data do final do século XIII. Foi aumentado e fortificado no final do século XIV. Graças a todas estas renovações e reconstrução contínua, o castelo mostra todas as fases do estilo gótico. O castelo é considerado único do ponto de vista arquitectónico, também por ser semelhante à concepção de castelos francesa.