Estilo de Vida de Praga

Estilo de Vida de PragaPara aqueles que vivem em Praga, a cidade é custosa. Com um salário médio mensal de cerca de 30.000 CZK, os checos não podem dar-se ao luxo de ir a todos os restaurantes e outras atrações que são frequentados por turistas numa base regular. O facto de os turistas poderem pagar esses lugares, porém, mostra que, para aqueles que não são nativos, Praga pode ser de facto um lugar econômico de se visitar, mas tal realmente depende de diversos fatores.

Apesar das dificuldades financeiras que os nativos de Praga têm de ultrapassar diariamente, a etiqueta ainda é um valor importante compartilhado por quase todos. Todos dizem “den dobry” quando entram numa loja ou restaurante, bem como “na shledanou” quando se retiram. Inclusive para aqueles que são convidados a visitar a casa de alguém, pois tal é motivo de etiqueta e a maioria das pessoas nesta situação deve levar algum tipo de presente – flores geralmente são suficientes. Vista-se de forma apropriada para uma noite na cidade, especialmente no caso de participar num evento tal como um concerto de música clássica ou banquete.

Um dos maiores problemas que ainda estraga a cidade de Praga é a corrupção, que ainda se propaga entre muitos dos departamentos governamentais. A maioria dos nativos de Praga normalmente leva presentes para os funcionários públicos quando se encontram com os mesmos, apenas para garantir que são bem tratados. O problema da corrupção em Praga até tem um nome próprio – Janabrachismus – que essencialmente se traduz em “Você coças as minhas costas, Eu coço as suas”,

Existem diversas coisas diferentes que a maioria dos nativos de Praga adora, sendo a cerveja a principal delas! Não é incomum ver os trabalhadores a beber uma cerveja antes de irem para o trabalho, pois tal é o amor que têm para com esta bebida alcoólica. Outras coisas que o povo de Praga parece adorar em abundância são os cães.

Estilo de Vida de Praga

Check Also

Arte, Cultura e Lazer

Muitos consideram Praga uma das cidades mais românticas do mundo, tendo bem presentes na mente imagens de luzes de candeeiros públicos a serem reflectidas vividamente no Rio Vltava. Esta atmosfera de romance tem inspirado muitos dos maiores artistas e músicos do mundo que visitaram ou até mesmo permaneceram neste lugar, como Mozart, Beethoven e Dvorak.