Home / Atracções / Monte Petřín

Monte Petřín

A um passo do Castelo de Praga encontra-se o Monte Petřín; perfeito para um passeio de Verão longe da agitação dos turistas. Parte da terra é usada para um pomar de maçãs e pêras, de onde a fruta pode ser livremente retirada das árvores. Muita da pedra usada para a construção dos principais edifícios de Praga foi extraída de Petrin. No entanto, isto não é visível hoje em dia, sob as árvores e jardins. A torre de observação e um jardim bem mantido ocupam o cume, e meio caminho abaixo está o famoso restaurante Vinarna Nebozizek – onde você desfrutar duma refeição com uma vista perfeita sobre Praga. Não se esqueca do salão de espelhos, onde você pode descobrir uma nova e variada perspectiva da sua própria pessoa – O Labirinto do Monte Petrin. Sendo inicialmente um pavilhão do Clube de Turismo Checo na Exposição Universal de 1891, foi mais tarde transferido para o Monte Petrin e transformado num labirinto de espelhos. É um local muito apreciado entre as crianças.

O monte tem 318 metros ou 1043 pés de altitude. Para aqueles que têm menos energia, um transporte funicular pode poupar-lhes o esforço da subida (ao custo de um bilhete normal de eléctrico). O Monte Petrin também é facilmente acessível desde Hradcany e Strahov.

Monte Petřín

 

Transporte Funicular para o Monte Petřín

Logo em frente à paragem de eléctrico de Ujezd (eléctricos 12, 22, 23) na Cidade Menor. O funicular trabalha diariamente desde as 9h00 até às 23h30 (23h20 entre Novembro e Março) em intervalos de 10-15 minutos.

O encantador funicular victoriano é um dos elementos mais populares de Praga. A estação original de Ujezd e a estação original de Lanova Draha foram construídas em 1891 para a mesma exposição que levou à construção da torre de observação de Petrin. Desde então, a estação de Ujezd foi reconstruída várias vezes e, na verdade, a última restauração que sofreu – surpreendentemente, antes do fim do comunismo – foi uma das mais bem sucedidas, visto que as várias reconstruções foram necessárias devido à muito repetida degradação de todo o sistema.

 

Parques de Petřín

Na Idade Média, havia vinhedos e campos. Sempre existiram várias nascentes nas encostas do monte Petřín e a água era transportada através de uma rede de túneis para Pohořelec e para a Cidade Menor. Hoje em dia, a água é encaminhada para o rio Vltava. Na década de 1930, o parque foi modificado e hoje consiste no Jardim Lobkowicz, Nebozízek, o Parque Rose, o Parque da Torre de Observação de Petřín e o Jardim do Seminário. Todos os jardins, excepto o Jardim Lobkowicz, estão abertos ao público sem custos de entrada.

 

Torre de Observação de Petřín

Uma torre de ferro com 60 metros de altura, construída em 1891 por F. Prášil para a Exposição do Jubileu como uma cópia da Torre Eiffel em Paris. A plataforma do topo pode ser alcançada pela subida de 299 degraus.

 

Labirinto (labirinto de espelhos)

Diversão para todos. Localizado no Monte Petřín. Um pavilhão construído em 1891 para a Exposição do Jubileu, e posteriormente transferida para Petřín. Aqui existe um diorama que homenageia a batalha dos estudantes conta os suecos na Ponte Charles em 1648 e um labirinto de espelhos construído mais tarde.

 

Restaurante Nebozízek

A comida não é particularmente boa, mas a paisagem que pode ser vista do terraço é espectacular. O restaurante encontra-se muitas vezes cheio; o melhor é reservar uma mesa. Petřínské sady, Malá Strana t. (pode chegar aqui através do funicular, saindo na segunda paragem).

 

Jardim Vrtba

O Jardim Vrtba situa-se na encosta do Monte Petřín e é um dos mais bonitos e bem cuidados jardins barrocos de Praga.

 

[mappress mapid=”32″]

Check Also

Ponte Carlos

A Ponte Charles, do século XIII, costuma estar cheia de turistas e checos em igual número, sobretudo durante os meses de Primavera e Verão. A Ponte Charles certamente ocupa a posição de atracção turística mais importante da cidade e deve ser o primeiro item na sua lista de sítios a ver.