Home / Transportes / Metro de Praga

Metro de Praga

O metro de Praga é ideal para transporte rápido entre os pontos turísticos principais, com ligação à estação ferroviária, para aventuras fora das áreas turísticas. O metro funciona entre as 05h00 e as 00h00, e os serviços são rápidos e frequentes.

Prague Metro

O metro de Praga é o meio de transporte mais rápido na cidade e serve cerca de 1,5 milhões de passageiros por dia, razão pela qual é considerado como o sexto sistema metropolitano mais movimentado na Europa. O metro de Praga foi inaugurado em 1974. É muito fácil de utilizar; todas as direções estão bem sinalizadas, mesmo para pessoas que não estão familiarizadas com a língua local. A maior parte do metro é subterrânea e, ao contrário de Paris ou Berlim, não há oportunidades de observação de atrações turísticas ao viajar através de metro.

Há três linhas: a linha A (verde) funciona entre Nemocnice Motol, no noroeste, e Depo Hostivar, no leste; a linha B (amarela) funciona entre Zlicín, no sudoeste, e Cerný Most, no nordeste; e a linha C (vermelho) funciona entre Háje, no sudeste, e Letnany, no norte. A linha A é muito útil para turistas, visto que abrange todas as áreas principais do centro da cidade, nomeadamente: Castelo de Praga (Hradcanská), Cidade Baixa (Malostranská), Cidade Velha (Staromestská), Cidade Nova e a principal área comercial próxima da Praça Venceslau (Mustek).

Dicas sobre os Táxis: Tenha cuidado com usa qualquer um dos táxis que se amontoam em redor das entradas dos hotéis, perto de famosos marcos e ao redor das estações de caminhos-de-ferro, pois são conhecidos por burlarem os turistas. Se o hotel tiver a sua própria frota pode ser uma opção melhor, embora ainda possa pagar um preço a duplicar em relação aos táxis da cidade. A melhor opção é ligar, ou reservar online, uma empresa com boa reputação, como a Transferências Aeroporto Praga ou a táxis AAA, as quais oferecem preços justos.

 

Guia de metro

As entradas do metro nem sempre são fáceis de localizar. Procure por um sinal com a letra M dentro de um triângulo virado ao contrário. Ao sair de uma estação, prossiga em direção a uma placa com o texto výstup (saída); para uma linha de transferência, procure por prestup (transferência). As linhas são identificadas por letras e cores: A (verde), B (amarela) e C (vermelha). 

É necessário comprar o bilhete e validá-lo antes de embarcar, perfurando-o na pequena máquina amarela que se encontra no átrio da estação metropolitana, ou no autocarro ou elétrico quando se começa a viagem. Os inspetores costumam fazer inspeções e aplicar coimas àqueles que viajam sem bilhetes válidos. São necessárias moedas para as máquinas de venda de bilhetes nas estações metropolitanas e nas principais paragens de elétrico. Pode-se comprar bilhetes em quiosques, alguns hotéis, postos de turismo, e bilheteiras de estações metropolitanas.

Depois de ter comprado o seu bilhete e passado pelas barreiras tarifárias não tripuladas, continue a descer as escadas rolantes rápidas em direção aos comboios. Na parte inferior de cada escada rolante está um longo corredor central, com uma plataforma em cada lado para os comboios que partem para qualquer direção. Os sinais suspensos a partir do teto indicam a direção dos comboios. As extremidades das plataformas estão marcadas com uma linha branca tracejada que não deve ser atravessada até à partida do comboio. A maioria das portas dos metros abre e fecha de forma automática, apresentando uma mensagem gravada quando as portas estão prestes a ser fechadas. Durante a viagem, o nome da estação seguinte é anunciada em checo.

Muitas das estações metropolitanas de Praga são muito grandes, com várias entradas amplamente espaçadas. Isto costuma causar confusão a turistas, especialmente em eixos centrais tais como Mustek ou Muzeum. Não é suficiente sair na estação certa; é preciso escolher o caminho certo para alcançar o nível do rés-do-chão, caso contrário, podem ser necessários cinco a dez minutos para caminhar até ao destino.

Há um mapa em cada estação metropolitana.

 

Acesso sem barreiras

Os viajantes com deficiências motoras devem tomar nota de que o acesso sem barreiras às plataformas é uma característica que só costuma estar presente em estações metropolitanas suburbanas. As estações do centro da cidade – Muzeum, Vysehrad e Hlavní Nádrazí (Estação Rodoviária Central) – podem ser acedidas através de cadeiras de rodas.

 

Linha metropolitana A estendida de Dejvická a Motol

Em abril de 2015, a linha A (verde) foi estendida desde a Estação Dejvická (via Borislavka, Veleslavín e Petriny) até à Estação Motol Hospital. O comboio demora cerca de oito minutos para fazer os seis quilómetros de extensão. A nova secção tem 6 134 metros de comprimento. A viagem entre a estação metropolitana Motol Hospital e Mustek demora quinze minutos.

A abertura da nova secção é acompanhada por alterações aos transportes na superfície. Os autocarros que costumavam circular entre a Avenida Evropská e a Estação Dejvick agora terminam na Estação Veleslaví ou Estação Borislavka.

As pessoas que viajam para o aeroporto agora têm de trocar de comboio na Estação Veleslavín (em vez da Estação Dejvická). No entanto, só há escadas rolantes no átrio, não na plataforma da linha rodoviária 119. Os passageiros com malas de viagem serão gratuitamente ajudados no andar superior por carregadores que trabalham diariamente em três turnos, entre as 05h00 e as 22h00. Porém, isto significa menos conforto para os passageiros que viajam para o aeroporto e talvez mais tempo de viagem. Supõe-se que muitos passageiros – especialmente aqueles com mais bagagem – prefiram este ano escolher transporte por táxi ou utilizar o seu próprio veículo para partir do aeroporto.

Check Also

Tarifas de Táxi de Praga

A Câmara Municipal de Praga dificultou a vida aos taxistas notoriamente desonestos da cidade por instalar uma rede de pontos de táxi com sinais vermelhos e amarelos indicando as tarifas correctas entre diferentes partes da cidade, mas, na realidade, os taxistas de Praga tentam enganar os passageiros em várias ocasiões.